4 de dez de 2009

Tempos...


Faz tempo que não passo pelo meu cantinho.

A vida as vezes parece que quer, ela sozinha, tomar o rumo de tudo. E eu que muitas vezes disse que era a única que diria o que ia ou não fazer com minha vida, acabo sendo arrastada pelas coisas que vão acontecendo.

As vezes sinto como se minha vida fosse a estação da Sé em pleno horário de pico. É só se colocar ali, o povo vai te empurrando, te arrastando. E você, espremida, naqueles vagões vai vendo estação por estação passar, até aquela em que você ira ficar.

A vida é assim, ela não questiona, não pergunta, apenas age, faz, toma as decisões independentemente do que você, eu e todos pensam sobre o que esta acontecendo ou irá acontecer.

Correria, alegria, riso, lágrima, tristeza, esperança, desamor, amor, desesperança...tudo acontece, vem e vai, com uma certa agilidade, com uma certa autonomia.

Tenho saudades de escrever e medo de me rever.

Tenho desejo de viver e a esperança no morrer.

Tenho vontade de ter e a certeza de não poder.


Ainda esses dias dizia para uma amiga, que seria tão bom se soubessemos o futuro para tomar certas decisões.

Seria mais fácil, talvez mais justo e com certeza menos emocionante.

O não se arrepender amanhã das escolhas feitas hoje, é com certeza a vivencia mais pura da vida, mais cheia de emoção e expectativa.

Não sei até onde estou fazendo o certo, e ainda como dizia à minha amiga, "temos que acreditar que a escolha de hoje é a melhor que estamos fazendo, sem deixar que o medo e o receio nos paralise".

As vezes sou medrosa, outras audaciosa e tantas outras chorosa.

Sim acho que não tem outro ser que consiga chorar tanto como eu...rsrs.

Sou eu também que vejo manchas aparecerem e desaparecerem de meu corpo, quando algo dentro de mim grita, esperneia e eu para não magoar ou preocupar, calo-me.

Sou eu que acredito na cumplicidade, na irmandade, no amor.

Então sou eu quem tem de sofrer as consequencias desses. E não o outro.

Um ano esta terminando, com ele eu sinceramente espero que termine tantas outras coisas, e que a paz volte a me procurar.

Um ano prestes a nascer, prestes a se apresentar, prestes a nos revelar o que a natureza e a vida tem de surpresa, alegria e tristeza para nos dar.

E eu sinceramente espero que todas as escolhas de hoje sejam a que mais irá me dar força para seguir, para acolher, para viver tudo o que guardado na caixa de Pandora ainda esta.

17 de set de 2009

Alegria


Venho descobrindo que alegria é algo que se conquista a cada dia.

No meu caso tenho vários pequerruchos que me ajudam a conquistar a alegria diária. Seja com seus risos espontâneos, com uma bala guardada especialmente para mim ou até com um dos seus deboches.

Como tenho dito a paz anda distante de mim, mas não posso menosprezar e nem diminuir outros sentimentos tão importante quanto a paz, por exemplo a alegria, a felicidade, a paciência (ou a busca por ela) entre outras.

E hoje quero honrar a alegria, pois sou alegre, sei sorrir e quantas pessoas desse mundão não sabem o que é isso, não conseguem encontrar alegria no seu dia?

De certa forma sou beneficiada, e quero beneficiar.

Alegria fiques sempre, porque sem ti não teria como experimentar e aproveitar dos demais sentimentos.

12 de set de 2009

Tentativas.

Eu tentei, busquei me mostrar, me apresentar, a palavra falada não parece ser minha amiga mais fiél.
Não consigo dizer tudo o que sinto, o que me dói, o que faz minhas lágrimas cairem e nem o que faz meu sorriso ser tão espontâneo.
Então escrevo, me revelo, me conheço. É um doar e um ganhar.
Mas você não me lê, não me vê, não sente comigo não entende...
Pensei que este seria um canto onde eu poderia me apresentar e onde pudesses me conhecer melhor, mas continua sendo só meu, só meu...
Minha solidão parece não me abandonar, não me largar.
Quer ficar comigo, fazer morada e não quero mais isso, não quero mais um caminho só meu, não posso com apenas um par de pegadas na areia.
E ai de quem ousar dizer que é porque eu estava sendo carregada que sentirá o peso do meu carrego.
Não quero ser carregada, quero caminhar ao lado, quero segurar na mão, quero sorrir e chorar, não quero nada mais do que a beleza do amanhecer ao teu lado.
Tentativas várias, em vão.
Sei que quero conseguir e vou seguir até ser vista, lida, entendida.





10 de set de 2009

Quero paz.


Imaginava que conseguiria suportar todas as aventuras e
desventuras dessa vida.


Me via forte, inabalável, com resistência
suficiente para o que der e o que vier.

Enganei-me, me pergunto em que mundo de fadas eu vivia? Justo eu que detesto contos de fadas. Em que redoma de vidro
me enfiei EU que não suporto "O Pequeno Príncipe"? O que aconteceu com minhas
certezas, aonde elas se esconderam, onde estão hoje onde só encontro dúvidas e questionamentos?

Tudo resolve acontecer no momento em que o que você não deseja são novos acontecimentos desagradáveis e nem agradáveis já que não se sabe se é justo aproveitar o bom com tantas coisas cruéis acontecendo. E as desagradáveis não te dão opção de escolha.

E "Deus" aonde fica em toda essa história? Faz alguns aninhos que deixei religião de lado, faz tempo que não consigo ter uma relação coerente, digamos assim, com o 'Barbuchinho" lá de cima, como dizia uma pessoa que eu conheci. E vejo que preciso ter uma fé, preciso olhar para o céu e ACREDITAR que existe um ser lá observando tudo, mas dai me vem uma revolta em saber que tem alguém me olhando e permitindo que as coisas aconteçam no ritmo que vem acontecendo, sem pedir licença, brincando com o que não tem a menor graça.

E quem acalma meu coração? Quem seca minhas lágrimas? Quem me ouve só por ouvir, só pra dar o seu ombro, a sua presença?

Não quero muito, só quero PAZ, essa que eu não conhecia, essa que na minha vida só se fez presente através de poemas, sonhos, ilusões, esperanças, desejos, anseios... até que fui apresentada à ela, fizemos amizade e trilhamos um longo caminho juntas.

Agora pergunto:
"Aonde estas senhora Paz?"
Que ares fostes respirar que precisastes me deixar aqui no mesmo lugar?
Não quero prender-te, nem sufocar-te. Apenas quero sua presença, sentir-te novamente sempre e cada vez mais.

Fiz uma promessa a mim, e a Amada, que iria fazer meus dias serem maravilhosos, já que sou feliz com muitas das coisas que venho vivendo.
Agora entendi o por que das coisas estarem como se encontram. Eu prometi, eu me comprometi e agora preciso fazer valer, fazer acontecer, preciso cumpri o que disse.

Por que não me ensinaram que promessas são cobradas a ferro e fogo? Por que na escola, essa escola que todos discutem sobre, essa que todos temos de passar para conseguir algo na vida, não me ensinaram algo mais que B+A=BA?

Escutar os mais velhos? Pra que? E talvez com eles eu tivesse aprendido essas coisas que na escola não se ensina, mas a Vida exige, cobra e explora.

Hoje achei que ia explodir, num daqueles lapsos em que parece que nada mais vai dar certo, que a Vida é irônica demais e que não vale a pena nada daquilo que você tanto sonha, busca, almeja, faz acontecer. Eu chorei, as lágrimas nem pediram licença saíram livres como se tivessem ordem para isso, num momento importuno, numa hora péssima.

Só posso reconhecer que sou gente, que preciso merecedora ou não eu quero a Paz de novo, quero deitar na cama e dormir não de cansaço, desanimo ou desamor, mas sim por estar feliz, tranquila e desejosa de um novo dia, para fazer valer tudo novamente. Para sorrir, para criar, para amar, para acreditar, para sonhar, para buscar, para entregar, para receber e doar...

Não gosto dessas noites onde você não sabe o que te espera no raiar do dia.

Não gosto dessa brincadeira Vida, Deus, Zeus, Orixás, Buda, Anjos, Demônios...e tantos outros que, possam ou, existe.

Será que da pra isso ter um fim? Será que dá pra fazer-me relaxar? Quando será que meus ombros não doeram mais por causa do peso que se encontra hoje?

Vou dormir fazendo um único pedido.

Amanhã deixa eu te encontrar, Paz!!!!!!!!

22 de ago de 2009

Eu tentei


Sabe quando você fica pensando e pensando e pensando em como fazer algo especial, em como tornar aquele restinho de dia que te falta único, aquele único que no futuro você vai lembrar e sorrir de alegria por ter vivido?
Você pensa em tudo, pensa nas palavras certas, no momento exato, ensaia antes e na hora....Hum na hora um balde de água fria é jogado na sua cabeça.Mas não é um balde de água fria num daqueles dias quentes em que você fica torcendo para que alguém esteja querendo fazer uma boa ação e jogue em cima de ti.
É um balde de água fria que que vem com algumas pedrinhas de gelo, para que você realmente entenda que esta congelando mesmo e o pior não é só fisicamente que esse gelo é sentindo.
Eu tentei dizer as palavras inesquecíveis, fiz tudo conforme achei melhor mas mais uma vez eu disse que não queria nada, que não era nada e que não se preocupasse.
Sempre é assim? Não, tem vezes que da certo que eu consigo tornar o fim do meu dia, ou até mesmo o começo dele, inesquecível.
Quando não dá certo é que chateia, pois mais um dia deixou de ser único e o pior...ele não me dará outra oportunidade de mudar nada.

20 de ago de 2009

Faz tempo....



A quanto tempo eu estou sem escrever, sem me expor, sem contar para mim mesma o que por vezes não quero tomar consciência...

Faz tempo que não me olho no espelho e já nem me lembro qual foi a última vez que tomei vinho sozinha, sim porque tomar vinho sozinha significa conversar consigo mesma.

Sempre faço de tudo para agradar, busco ser boa em todos os papéis que tenho nesta vida, amiga, amante, filha, irmã, colega, professora...

Agora pergunto, alguém consegue viver sem ser em "papéis" que nos impõe?

E se não fosse esses saberiamos ser algo?

Quantas perguntas que não tem previsão de encontrar, em curto ou longo tempo, uma resposta. E deêm graças aquelas almas que acharem as respostas, pois com certeza estavam atentas ao rápido momento em que a Vida se da ao luxo de nos revelar um filete dessa existência.

Eu demorei tanto para encontrar paz, longos anos e quando encontrei pensei que seria eterno, que jamais algo ou alguém seria capaz de retirar isso de mim, ledo engano.

Eu sorri, vi meus olhos brilharem de alegria, suspirei mais do que seja possível imaginar...e tantas outras coisas que hoje, INFELIZMENTE, estão na minha lembrança e me deixam com saudades dolorosas.

Não imaginei que mais uma vez a Vida seria rápida e feroz comigo, pouco a pouco fui vendo tudo ficar para trás e o que me resta agora são olheiras que não me permitem esconder a ponta de tristeza que paira em mim.

Como fazer tudo voltar ao que era? como fugir da ansia voraz de prazer que a Vida demonstra a ter em, aos poucos, me ver "agoniar"?

Um grito é o que a Vida precisa ouvir e um BASTA é o que este grito irá dizer-lhe.

Um basta de fazer o que achas que tem o direito pois quem decidiu ser feliz foi eu e seja lá o que você fizer, não irá me entristecer mais, apenas permitirá que a cada dia, a cada situação, a cada momento eu junte mais forças para ser sempre e cada vez mais FELIZ.


17 de jul de 2009

Feliz Aniversário

Feliz aniverário meu amor.
Olha só você disse que eu deveria te desejar em todas as horas de hoje 'Feliz aniversário', então eu resolvi falar pro mundo que eu estou muito feliz de ter você na minha vida e deixar que o mundo se encarregue de repetir trocentas vezes um feliz niver pra você. Eu vou deixar pra dizer só mais uma e outras serão de forma diferente. hehe Eu te amo menina. Feliz Aniversário!!!

14 de jul de 2009

Estou por aqui

Eu ainda estou por aqui.
Uns dias longe, sem aparecer, mas voltei. Devo sumir novamente, mas voltarei.
Tantas coisas acontecendo em todos os sentidos possíveis.

Eu volto pra contar mais novidades.

7 de jul de 2009

Quase lá

OOOOBBBAAAAAA!!! Férias a vista...estou vendo já quase ao meu alcance as férias tão necessária e esperada.
Agora vou viajar, dormir agarradinha com a Amada, rever alguns colegas, relaxar e voltar para trabalhar pois ainda não estou de férias é apenas um feriado que tem em SP.
Dias corridos, eu to toda dura de tanto stress...quero, e preciso, voltar relaxada pelo menos.

Hoje foi feita uma mega despedida para o Michael Jackson, merecido claro, pena que só sabemos dar valor para as pessoas que morrem enquanto as pessoas estão vivas e temos a oportunidade de olha-las e faze-las se sentir amadas, não fazemos só observamos o que é ruim, só nos concentramos no que é ruim (detalhe, ruim para nós, para o que julgamos ser ruim).
Lembrei de um filme que assisti "Vestida para matar", tem uma cena que o mocinho elogia o quadro que a mocinha tem na parede, e ela diz pra ele "É bonito e daqui a uns 10 anos vai valer muito dinheiro" Fiquei pensando que provavelmente porque depois de alguns anos o pintor já terá ido para a terra dos pés juntos e assim, e só assim, o quadro que ela tem terá algum valor.

Mais uma vez a Vida nos mostra que devemos amar hoje, demonstrar hoje, desejar hoje, fazer hoje, pois o amanhã...Ahhh o amanhã ele, e só ele, é que sabe o que vai acontecer e nós não temos nenhum dominio sobre isso.

To chegando Amor.
Bjão.
Ah o 10 anos ta chegando também..he he.

5 de jul de 2009

Quem é você...


Você...

És alegria,
juventude,
ansiedade,
novidade,
felicidade,
sorriso,
caminho,
chão,
certezas,
dúvidas,
procura,
encontro,
ousadia,
questionamento...
És um misto de receio e certezas,
Uma pitada de entrega e recuo,
Um enigma dando pistas para ser desvendado,
Doçura e carinho buscando cumplicidade.
És companheira e amiga.
Irritante e soberba.
Inteligente e grosseira.
Menina num corpo de Mulher,
Mulher se descobrindo sempre Menina.
Busca constante de identidade,
Personalidade forte e instigante.
És o melhor de si mesma.

A.N.A. 5/07/09

(estava te devendo isso.)
Te amodoro.
E para que não fique nenhuma sombra de dúvida, "És minha eterna Vida".
Bjs
Quero ter a oportunidade de cada amanhecer desvendar e descobrir um pouco mais de ti.

Inesperadamente


Esses dias eu tive uma surpresa.
Sabe aquelas coisas que acontecem num momento que você não imagina, de quem você não espera mas que parece terem sido enviadas pelos deuses para reanimar a sua vida?
Pois bem foi assim que li nessa semana uma frase, feita e direcionada para a minha dignissima pessoa: "OBRIGADA POR EXISTIR!".
Tenho certeza que quem escreveu foi sincera, verdadeira e não tinha noção de como isso ajudaria a minha alma a se fortalecer novamente.
As vezes deixamos de fazer surpresas, deixamos de dizer coisas achando, acreditando, imaginando que seremos vistas como 'bobas', 'inocentes', 'chatas' e bla bla bla, mas deveriamos deixar isso de lado e fazer o que nosso coração pede e assim talvez estaremos colaborando com os céus para que alguém tenha paz novamente.
Quando tudo parece perdido...uma mão se levanta e te salva.
Sou feliz por existir.

3 de jul de 2009

Tirinhas

Eu tenho acompanhado um blog de Carlos Ruas, suas tirinhas são de uma inteligência única, as tirinhas são de 'deus, adão e eva' tudo com muito respeito e também com muita sátira.
Quem puder, não deixe de visita-lo http://www.umsabadoqualquer.com/
Aqui vai uma tirinha dessa semana, mostrando como a mulher é sempre mais inteligente, deus não suportou isso...he he he.
Bom final de semana a todas e todos.






SIM CITY2

















2 de jul de 2009

Ufaaa...rsrs

Eu disse que queria uma imagem no blog e olha sóoo eu CONSEGUI e sozinha...graças a minha persistência e perseverança e também ao 'digimax' que tem formas de escrita...he he.
Procurando imagens achei esse dos cavalinhos que representa muito bem eu e minha Amada.
Sim sim, eu sou a marronzinha e ela a pretinha...óoo que chique.

Falando em eu e ela.
Como estou com saudades, como sinto falta e como quero estar novamente junto.
Pra ajudar estou gripadinha, o que me rende uns tantos de manhas e vontades.
Tem sido uns dias corridos, longos e nada tranquilos, o jeito é esperar pelo feriado, pelas ferias sem deixar que as coisas todas me sufoquem e me arrasem.
Vou postar coisas que gosto de falar como feminismo, o negro na sociedade, a paz no mundo, a religião que por vezes sufoca, mata e condena...só deixe eu me (re)estabilizar na paz das ondas do mar.
Adoro o mar e este, assim como a cachoeira, acalma meu ser e me faz voltar a ser o que sou.
Sodade que dói.
Bjus

30 de jun de 2009

Um pouquinho de mim.

Hoje vou colar um escrito meu, um dos meus preferidos, espero que seja do agrado.
ESCREVER

Quantas vezes eu quis realmente falar de mim.
Como quis me apresentar para as pessoas da maneira como eu realmente sou.
Como desejei que todos me amassem por aquilo que eu trago de mais lindo e feio dentro de mim.
Como sonhei em ser observada, elogiada, amada.
Sempre inspirei deixar escritos longos, curtos, breves, frases, para os meus de hoje e de um futuro.
Mas escrever da medo exige reconhecimento, tomada de consciência.
Obriga-me a me conhecer antes dos demais.
Faz-me ter que me assumir pecadora e guerreira, amada e odiada, reconhecida e esquecida.
Faz-me olhar para mim mesma e os demais de uma maneira única e diferente.
Faz-me ter que aceitar o outro antes de mim.
Faz-me reconhecer derrotas e vitórias.
Confronta-me com a vontade de viver e morrer.
Faz-me ver o quanto tudo é breve e passageiro, como o amor que chega de mansinho e toma todo o meu ser pra nunca mais sair dali, quando por vezes eu não queria senti-lo nem vivê-lo. E que o ódio chega rapidamente e inunda todo o meu viver, e num piscar de olhos vai embora, esse que eu queria que durasse uma vida inteira.
Escrever...
Mesmo tendo tanto a aprender antes de escrever, olha eu aqui, na tentativa de ampliar as minhas possibilidades, as minhas experiências.
Escrever...
Quando penso que eu também fui escrita, por todos que por mim passaram e que eu nunca estarei completamente escrita, pois sempre há uma página em branco para aqueles que ainda terão a oportunidade de pelo menos uma linha escrever na minha vida...As minhas dúvidas crescem a respeito da escrita, nunca saberei se o que escrevo hoje foi a verdade de um passado ou será uma linha de pensamento para o futuro.
Só sei que quero a cada dia encontrar-me com quem possa cada vez mais fazer o meu Livro mais produtivo e criativo.
E quero poder também escrever no seu Livro deixando sempre a marca do meu amor e da minha dor.
A.N.A. 19/03/05

29 de jun de 2009

É impossivel de explicar

Certa vez estava conversando com uma lunática e perturbada amiga, se ela ler isso sabera que é ela mesma. E falavamos como é impossível fazer a outra pessoa, de um relacionamento (independente de que relacionamento seja, amizade, amor, família...) compreender ou até mesmo ver as coisas que você faz para melhorar como pessoa mesmo.
E como não conseguimos fazer isso, como não conseguimos fazer o outro ver objetivamente, claramente, iluminadamente o que mudamos ou os sacrifícios que fazemos vez ou outra temos de ouvir "eu não vejo você fazendo nada pra mudar" e ai você se questiona se vale a pena falar tudo o que você tem feito ou se essas coisas nunca serão vistas mesmo e o melhor é silenciar e só ouvir mesmo.
E minha amiga dizia que tem coisas que são pessoais e que o outro jamais conseguirá observar. Até porque são as minhas mudanças e não as da outra pessoa.
Mudanças são sempre dolorosas e infelizmente sejam elas para melhor ou não sempre responsabilizamos alguém e rara vezes culpamos e responsabilizamos a nós mesmas por elas. Dificilmente admitimos que eu estou mudando por mim mesma, porque observei que ser dessa ou daquela maneira não é bom pra mim e nem pro outro.
As vezes silenciamos para não brigar, isso é ótimo, agora eu não sei de que adianta silenciar e mudar suas atitudes, sua maneira de ser e de agir, de alguma forma procuramos 'punir' alguém pelo que estamos mudando.
Eu sou craque em fazer isso, em de alguma forma 'punir' por não observar a minha mudança, agora se a mudança é por mim mesma, porque tenho de punir alguém?
Eu jamais conseguirei fazer as pessoas que amo entenderem o que eu mudei por causa delas, não para agradá-las mas porque elas me fizeram observar que eu podia ser melhor do que sou.
Não saberão os meus sacrifícios, seja um passeio que não fiz, um curso que não fui, uma comida que comprei, um doce que trouxe, uma blusa deixada em cima da cama, um deixar escolher o que quer comer, o fazer a comida preferida...pois tudo isso ta lá dentro do meu intimo são passos pequenos, que meu ser gigante de arrogância e pretenções tem conseguido dar.
Da mesma forma, como eu creio já ter postado por aqui, não é facil observar as mudanças alheias, e talvez mais do que observar é quando percebe-los elogiá-los.
Espero ser uma pessoa melhor um dia, enquanto isso, ainda estou por aqui.

25 de jun de 2009

Ela ta chegando.


Toda vez que minha adorada e Amada princesa negra vem ao meu encontro eu não durmo direito, minha ansiedade fica aguçada e nem preciso dizer que fico pra lá de carente e manhosa.
É bom sentir falta de uma pessoa que se ama, é bom saber que se tem falta é porque se tem desejo, vontade, cumplicidade, amor, interação.
Durante meu dia tenho de falar dela, seja dentro de casa, no trabalho ou apenas comigo mesma, mas preciso falar dela, preciso dizer de como ela me faz me sentir, de como ela me faz bem, de como por vezes eu quero extermina-la, mas como é fantástico fazer as pazes novamente.
Venha logo minha Vida, venho porque quero seu abraço caloroso, seu riso inocente, seu beijo doce, seu calor desejoso.
Saudades demasiada necessitando ser saciada.
Te Amodoro.
Beijão.

24 de jun de 2009

Noticias Populares.

Desculpe Amada minha, mas é IMPOSSIVEELLLLLLLL, não postar nada sobre Ana Carolina.
Hoje na verdade o que me inspirou a colocar essa, ai ai, mulher horrorosa, feia, ieca, aqui foi uma música dela, "noticias populares", porque eu estou nesse momento de notícias, é sua chegada em breve que eu aguardo ansiosamente, é a notícia da saída da Vó do hospital, o que me deixa pra la de contente.
Mas voltando a Ana Carolina, quando é o show dela mesmo? alguém sabe? Preciso ir, preciso gritar as músicas dela, preciso extravasar tudo o que ainda faz questão de grutar em meus poros.
Só quero isso, e depois voltar pra casa, ver seu sorriso lindo, suas manias chatas e deitar-me em teu colo para jogar conversa fora e então...deixar a imaginação rolar e o que tiver de rolar também...he he.
Venha logo Amore miau.
Sodadona.
Bjus

23 de jun de 2009

Saudades, é bom sentir, bom saber que tenho do que me lembrar.


Eu estava pensando no que eu poderia escrever hoje.
E lembrei de um embaralhado de fotos que o picasa fez para mim certa vez, e me lembro que essas fotos tem tantas recordações boas, tantos momentos únicos na minha vida.
Lembranças que acalmam o coração e faz surgir um sorriso de satisfação nos lábios.
É tão bom saber que já vivemos coisas boas e que as ruins, aquelas que doem mesmo, são passageiras e a Vida, essa que parece brincar sinicamente conosco as vezes, também sabe retribuir, sabe nos alegrar, nos presentear...
Eu sinto falta das risadas inocentes, das conversas jogadas fora no portão de casa, das andanças pela chuva, da cantoria que faziamos apenas para zoar um com o outro.
Sinto falta de ver o nascer do sol sentada na areia da praia, das viagens só entre amigos, da ida a praia de trem, de encontros constantes, de flertes sem compromisso, de sonhos, desejos, vontades, quereres.
Algumas pessoas se foram para não mais voltar, outras ficaram para sempre, mesmo que não voltem mais, algumas são essenciais ( ou excenciais como diz minha Amada) e não tem como abrir mão delas de forma alguma.
Mudamos, nos tranformamos, alguns dizem que isso é amadurecer, outros que isso é envelhecer, o que importa mesmo é que de cada momento, de cada época única em nossas vidas ficamos com algo, com o que de melhor vivemos, lógico que dores, angustias nos perseguem também, contudo somos capazes de segurar no que de melhor temos e ignorar as dores mais profundas, até que elas se desfaçam, que sigam seu caminho para bem, bem longe de nós.
Eu sinto falta de amigas, daquelas que iamos juntas comprar lanche num mercado proximo a escola para dividirmos e rindo, do nada pois não precisavamos de motivos para sorrir, voltavamos pra escola e continuavamos a dividir.
Dividimos muitas histórias, muitos momentos, muito estress e depois dividimos a alegria pelos casamentos, pelos filhos que foram nascendo.
Saudades dolorosas do tempo que a única coisa que nos importava era sorrir.


22 de jun de 2009

FÉRIAS POR FAVORRRRRRRRRRR

Alguém ai precisa de férias? Por favor levante a mão direita para que eu possa contar...
1,2,3,4,...ai meu deuso num vou conseguir contar todas as mãos levantadas.
Se tem coisa que cansa, é esperar as férias.
As minhas parece que cada dia que passa em vez dela se aproximar ela se distancia cada vez mais, num horizonte ela esta bem, bem, mas muito mesmo, distante.
E eu?
Cansadissima, estressada, acabada, querendo matar quem aparece na minha frente.
Pra colaborar a médica me passou um remédio que esta acabando com minha vida, eu já tenho dor de cabeça desde que me entendo por gente, com esse remédio então parece que vai explodir a minha cabeça.
E o que eu adoraria agora?
Um abraço dela, um cheiro e um beijo...ah isso com certeza acalmaria-me e muito.
E vamos seguindo, prosseguindo ou tentando ao menos.
Boa noite.

Gostaria de entender...


Cheguei a simples conclusão de que quanto mais eu desistir, (ou pensar em),de algo mais eu irei quere-lo.
Alguém tem uma explicação lógica para isso?
É estranho quando nos descobrimos sempre e cada vez mais apaixonada por alguém que em tantas vezes você tem a vontade de esganar.
Eu tenho vivido isso, dessa constante vontade de amar e cada vez mais minha Amada, mesmo que por vezes a minha única, acreditem em mim, vontade é mata-la, torcer o pescocinho até que ela não seja mais capaz de fazer nada daquilo que me chateia ou aborrece.
Sinto falta do seu cheiro, essa noite eu dormi com o coração que ela me deu, agarradinha com ele e senti o cheiro dela, queria não só o cheiro mas também o calor, a presença, o sorriso.
Ela sabe que tem coisas que precisa fazer para meu coração acalmar-se e muito, mas sabe também que dentro do meu tem um amor louco por ela.
Vamos vivendo aquilo que a Vida nos deu de presente e de melhor Eu & Ela.
Saudades Amor meu.
Bjão.


19 de jun de 2009

Surpreendendo

Já reparou como as pessoas nos surpreendem em cada momento.
Quando você menos espera, quando acredita que nada mais vai ser diferente, quando pensa que não vale mais a pena ou que simplesmente as coisas e/ou as pessoas serão sempre daquela maneira você é surpreendida por uma atitude diferente, uma palavra, um olhar, um gesto que seja, mas algo que jamais você poderia esperar.
Logicamente que depende de um olhar atento, de uma sensibilidade por nossa parte para reparar, observar ou perceber o que tem acontecido de diferente para que possamos nos surpreender. É bom se surpreender com coisas grandes como chegar em casa e ter um carro na garagem te esperando, mas mais fantástico ainda é você se surpreender com um sorriso que não esperava, com uma mão esticada no momento certo, com um beijo inesperado.
Nos surpreendemos conosco mesmos, quem ainda não tomou uma decisão na vida que achou que jamais seria capaz e que se não fizesse naquele momento, mesmo que para muitos seja a maior besteira do mundo, morreria para si mesma e sem saber se teria vida novamente? Se você ainda não passou por essa experiência eu desejo que passe um dia pois assim conheceras a melhor parte de você, aquela que só ouve a você mesma e ignora completamente as vozes alheia.
Surpreender-se as vezes não é bom, tem momentos que nos surpreendemos com coisas desagradaveis, pois como diz uma música "Desculpe!Mas não posso prometer Que eu nunca vou Te machucarPorque! Sob a dura Condição Humana Vivemos eu e você".
As minhas experiências tem me surpreendido muito, seja com os fatos, seja com as pessoas, seja com os momentos, com palavras, gestos, omissoes e tudo o mais, umas surpresas agradaveis outras nem tanto assim, contudo de certa forma tudo isso é muito bom.
Minha Amada disse para colocar uma foto nossa aqui, e isso sim me surpreendeu..rsrs.
Ela, que como ja disse, prefere a discrição, pedindo para colocar uma foto nossa, eu to chegando a conclusão de que em breve partirei para a terra dos pés juntos, porque tem surpresas que são realmente surpreendentes..rsrsrs.
Eu vou postar uma das fotos que é a minha preferida, se eu colocar a primeira que tiramos juntas numa cachoeira ela me mata..he he, e como a Amada me surpreendeu querendo ser também autora deste blog, ela posta depois a que ela mais gostar.


Eu te Amo Vida.

Obrigada por surpreender-me.

Saudades dolorosas.

Beijão.

18 de jun de 2009

Um dia após o outro.


Eu escrevi para minha Amada, neste dia das namoradas, que quando estamos de mãos dadas podemos ser mais nós, mais seguras, mais, mais e mais.

E acredito fielmente nisso.

Agora, vou dizer o quanto é difícil segurar a mão de uma pessoa que te deu tudo o que você é na vida e pedir um aperto de mão e não ser correspondido.

Não porque aquela que segura a sua mão não tenha a intenção de te apertar e dizer que te ama, mas sim porque sua debilidade impede que isso aconteça.

E ai você lembra de todas as vezes que você seja por este ou aquele motivo, imbecíl diga-se de passagem, nem sequer deu um oi, um abraço, um beijo ou uma simples satisfação de onde estava e quando voltava e no dia seguinte ficava sabendo que aquela mesma ignorada por ti não dormiu enquanto você não chegou em casa. E você ainda achava ruim por ser cobrada.

Não, não, não num vou me crucificar (gente por que será que sempre quero escrever cruxificar?? o x da questão..rsrs) por isso, apenas fico sempre pensando no que a Amada sempre diz "não vou dar um abraço ou um beijo se não tenho vontade disso" de certa forma ela esta certissima, por outro completamente errada.

Esta certa até o momento seguinte que aquela pessoa estara ali e ela podera, com toda a vontade dela, abraçar/beijar/amar. Errada quando não se sabe qual é a última vez que essa vontade terá tempo de realizar-se.

Hoje eu segurei uma mão já enrugada pelo tempo, macia, quente, que me fez recordar todo amor que já me deram, todos os caminhos que essas mãos seguraram as minhas para que eu caminhasse, seguisse, crescesse, aprendesse, me superasse.

Eu desejo ardentemente segurar essas mãos amanhã e depois e depois e por muito tempo, mesmo sabendo que num tempo breve (mesmo que demore 100 anos para isso acontecer, será breve) não poderei mais segura-las.

Hoje, minha Amada, queria dormir segurando as suas mãos, quando vazemos quando dormimos de conchinha, fica comigo a vontade, conosco a saudade, com o tempo a lembrança.


Bjs, saudades.

Te Amo


17 de jun de 2009

Descobrindo


Tenho descoberto que tenho um mundo gritando dentro de mim.
Gritando coisas que nem eu sei ao certo, gritando e querendo ser ouvido.
É a vida que se mostra frágil, sensível, vulnerável quando eu queria que ela fosse sempre consistente, forte, inabalável.
Esse ano fiz um passeio com minha Amada para um dos lugares de cobiça por muita gente, a minha família mesmo é fanática pelo Cristo Redentor (vou ser sincera e dizer que o que mais me fascinou lá de cimão foi a altura, gente que lugar alto), e a vontade que sinto as vezes é subir lá novamente para simplesmente gritar.
Na minha santa ignorancia se eu gritar muita coisa ira deixar de incomodar, as pessoas deixarão de ser preconceituosas, ao menos comigo, a vida entendera que eu não to de brincadeira com ela e que não aceito tudo o que ela faz e da maneira como faz.
Porém, mais uma vez silencio, respiro fundo, dou um sorriso e saiu andando porque a vida continua, porque não tenho como subir no Cristo agora e gritar de lá, e mesmo que eu fosse até lá talvez nem pudesse gritar já que tem muita gente lá que vai para se encontrar, para rezar, para, para, para, para...é o jeito é gritar através das letras digitadas...
Que tenhamos um ótimo dia.
Saudades de você Amada.
Bjão.

16 de jun de 2009

Pra você


Bem cá estou eu desvendando, descobrindo novos rumos, novos caminhos.
Tentando descobrir mais de mim mesma, mais de você, mais de nós.
Pois sempre que me descubro, sempre que me encontro, por mais que você nem saiba desse meu intento, acabo sabendo mais de ti.
Mais do que significa pra mim, mais do que quero de ti, de nós, do mundo.
Para quem for me acompanhar, para quem quiser um pouquinho de mim saber não tem como não saber da minha grande amor...é sim tudo no feminino, tudo entre mulheres, tudo entre nós.
Para preserva-la, a mim não me importo com certas coisas não, chamarei ela de Amada. Assim meu nome fica nela e ela em mim.
Vida minha, segurando nosso amor vamos seguir firme, mesmo que por vezes o vento sopre forte, por mais que encontremos terrenos meio arenosos, por mais que desentendimentos sejam inevitáveis...sempre vamos segurando nosso amor e de mãos dadas.
Te Amodoro, sempre pra sempre!!!!!