14 de jan de 2011

Entenderei?


Pessoas, seres que são complicados de serem entendidos, compreendidos.
As vezes fazemos coisas idiotas, sem haver nenhuma explicação óbvia para elas.
Em algumas situações nos deixamos levar pelas nossas mazelas e não respeitamos o outro.
Acreditamos sempre que aquele ser estará ali. Que no amanhecer seguinte um sorriso irá resolver tudo.
Não imaginamos, ou até fazemos isso, mas nunca seremos capazes de saber o que nossas atitudes causam.
Quais catástrofes eu sou causadora?
Tenho dimensão do furacão que sou?
Observo o desastre que o tsnuname, que somos, fez?
Pessoas, apenas pessoas...umas acreditam nisso, outras naquilo e tem as que nem acreditam ou desacreditam.
Só somos, só vivemos, só olhamos para nós...e o mais interessante é que o único ser que não podemos contemplar a face sem a necessidade de nenhum objeto somos nós mesmos.
Entenderei quem sou, o que fazem comigo?
Em algum momento conseguirei sair de mim e olhar para o outro?
Sempre disse que cada dor é única, pois cada um é um, tem uma história diferente, experiências diferentes, mesmo que tenham sido educados da mesma maneira, mas somos um, sentimos diferente, amamos diferentes...e ainda buscamos no outro o eu.
E não cuidamos, não zelamos, não fazemos por onde, muitas vezes, o desejo do retorno aconteça.
Entenderei as pessoas?

Nenhum comentário: