27 de dez de 2011

Chegou o final

Mais uma vez o fim.
Um momento em que me pergunto se fiz tudo o que queria, se consegui dar o grito de desabafo e o abraço de acolhimento.
Por alguns instantes acredito que sim, por outros tenho certeza que não.
Um novo começo está se apresentando. Esperanças se renovando, sonhos querendo encontrar a ponta de realização.
Neste ano fui abandonada por muitos sentimentos, fui acometida de outros tantos que nem imaginava poderem existir em mim. Respirei fundo muitas vezes, como hoje de manhã, fechei os olhos e persegui a certeza que tudo vai dar certo.
Desejo ter muitas outras experiências e abandonar de vez tantas que me seguiram neste ano.
Quero tomar tequila, dar aquele beijo, ver aquele show, fazer aquele sexo, passar no concurso, acordar com som da chuva, sentir seu perfume por perto, usar a tolerância, dar aquela resposta, não dar resposta, passar a noite na praia vendo a lua e ouvindo o som do mar, aprender a nadar, voltar a Paraty, segurar na mão, largar a mão, ser independente, me sentir dependente, beijar Ana Carolina não em sonho, encontrar sentido, perder o sentido, ter esperança, ver resultados, acreditar, sonhar, brincar, sorrir, amar, chorar, encontrar, procurar, vontade, prazer, gozar, realizar, esperar, procurar, buscar...
Ahhhh, quanta coisa 2012 me reserva, muitas nem faço ideia, tantas outras espero que se realizem.
Vou viver, sempre da melhor maneira possível.
Esperar de mim, e sorrir com o que conseguir do outro.
Não tenho dúvida que 2012 é um ano de mudanças, encontros, consertos e realizações.

Um comentário:

Lua Nogueira disse...

Que seu desejo vire realidade.