1 de fev de 2011

À Amada

À Amada


Tinha que ter esse nome


Um n a mais,

Nasalando,

Ninando,

Mimando.

A Substância do que és.

Podia se chamar também Estela, estrela

Luz irradiada do passado

Visivelmente presentificada

Não, não é uma mulher comum

Mas podia se chamar Maria

Exemplo daquelas tantas marias citadas

Que lutaram, que foram humilhadas

Que persistiram

Sim, talvez exista um nome sinônimo de teimosa,

Transgressora, rebelde,

Aos olhos dos olhos

Pois aos olhos de si mesma

Amada

Nome adjetivo

Verbo no gerúndio

Fe- minina.



De Ivete Irene.


Esse poema foi uma amiga, Ivete, que me presenteou.
Amigos são sementes.

Um comentário:

Lua Nogueira disse...

Muito bom! Belo presente.